sábado, 17 de abril de 2010

Posicionamento

Se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus;

Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano;

E vos renoveis no espírito da vossa mente;

E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.

Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.

Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.

Não deis lugar ao diabo.

Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.

E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.

Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós,

Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo. Ef 4.2132

É fácil de entender o porquê apóstolo Paulo ter dito que devemos abandonar a mentira e buscar a verdade, que não devemos furtar, mas trabalhar, sugerindo que devemos despir o velho e vestir o novo homem.

É interessante esta figura de novo homem representando a mudança de atitudes e comportamento. Adquirindo novos valores. Isto é arrependimento.

Gosto desta visão dessa visão de tirar a roupa suja pelo pecado e vestir outra limpa e alveja pela santidade. O profeta Zacarias a descreveu da seguinte forma:

Então o Anjo disse aos que estavam junto a ele: “Tirem as roupas sujas desse homem”. Voltou-se para Josué e disse: “Está vendo só, Eu removi os seus pecados e agora vou lhe dar roupas novas e boas.

Aí eu disse: “Será que não poderia dar a ele, além das roupas, um turbante limpo para sua cabeça? Zc 3.4,5

Nota: Um turbante limpo para a cabeça significa uma maneira nova de pensar e de ver as coisas.

É preciso renovar o entendimento, mas isso não pode ser feito por conta própria, pois é obra do Espírito Santo, é conseqüência da revelação da Palavra de Deus.

Quem entra na Igreja muda. É uma mudança gradual (e pode ser lenta ou rápida), mas é significativa. Se não houver mudança não há conversão. Todos somos ex alguma coisa.

Alguém fez a seguinte observação: “Você não se afoga quando entra na água, mas quando não pode sair dela”.

Além de ser uma observação inteligente é útil para ministrar, (de forma simples e prática), a necessidade de mudança na forma de pensar, ver e de agir.

Mas, você já parou para pensar, o porquê do apóstolo ter dito: “Irai-vos e não pequeis”.

Penso que a melhor resposta é: Porque não há santidade naquele que aceita o pecado e faz dele um estilo de vida. E a ira não é pecado, mas uma reação natural diante de determinada situação. (As glândulas trabalham e o emocional é atingido). Você pode irar-se contra o pecado.

A ira (assim como) a tentação não é pecado, embora possam levar ao pecado. A ira pode ressuscitar o velho homem. A tentação proclama os valores carnais.

Mentira é pecado em qualquer situação, mesmo aquelas “cheias de boas intenções”.

‘Nos primeiros meses da minha conversão conheci determinada pessoa (na Bahia) com status de profeta e dons de cura. Duas senhoras que também o conheciam (uma delas o havia hospedado), me disseram que ele, antes do culto, propôs que elas se apresentassem quando ele anunciasse a cura de determinada enfermidade. Alegando que isto ajudaria a fortalecer a fé e que haveria conversões. Elas recusaram (o que fizeram bem!). Aquilo poderia ter sido pedra de tropeço para mim.

O Espírito Santo não precisa deste tipo de ajuda e não concorda com nenhuma farsa.

Passei a observar melhor aquela pessoa e encontrei outras falhas de caráter nele. Afastei-me. (Já se passaram mais de 18 anos e nunca mais ouvi falar nele e no ministério dele).

Mentira é pecado e entristece o Santo.

“Certa vez ouvi uma senhora repreender a filha porque ela se queixava de dores. Aquela mãe dizia: “Jesus já levou as nossas dores na cruz e você não está sentindo dores. “Diga eu estou bem”.

É verdade que Jesus levou na cruz as nossas dores, assim como também é verdade que aquela jovem estava com uma crise de cólicas e sentia dores.

Existia algo de errado com as funções físicas da jovem e com a doutrina da mãe (que era pastora. Fiquei pensando no que ela anda ensinando).

Conheci um pastor em Aracaju que dizia: “Se o diabo está preso a corda é muito grande porque ele anda circulando por aí”. (Muita gente faz esse tipo de confusão).

“A Bíblia mostra que após a queda o homem sofreu mudanças negativas, foi expulso do Éden e passou a viver em outro reino (Satanás é o príncipe deste reino - o mundo Jo 14.30). Mas o Senhor Deus separou um povo que durante milênios viveu como estrangeiro e precisava pelo menos uma vez ao ano ir ao templo oferecer sacrifício para expiação dos pecados. Isto lembra o emigrante que dentro de um determinado período precisa renovar o visto para permanecer desfrutando do benefício de morar (legalmente) num país estrangeiro. E assim deve continuar procedendo até que a nação o aceite como cidadão (e conceda a cidadania) e para isto ele precisa cumprir um protocolo que entre outras coisas confessa o desejo de ser cidadão daquela nação e fazer um juramento de fidelidade as leis e princípios dela. Em outras palavras, fazer uma aliança”.

Jesus nos adotou, ou se você preferir, nos ofereceu a cidadania, que nos torna (legalmente) cidadãos do Reino de Deus. E da mesma forma que acontece com os imigrantes, é preciso cumprir um protocolo que inclui a confissão de fidelidade Rm 10.9 e 10 para que possa “habitar no esconderijo do Altíssimo e a sombra do Onipotente descansar. Sl 91.1

Pois com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Rm 10.10

“Há décadas (passadas) vivíamos a “guerra fria”. Existiam dois blocos. De um lado o conhecido como a democracia capitalista (cristã) e liderado pela USA. Do outro o comunismo ditatorial (ateu) e liderado pela extinta União Soviética. Eram inimigos ideológicos, mas tinham interesses comuns nas áreas da tecnologia, do comercio, cultura, esporte, etc. E por causa disso abriam embaixadas. Ou seja, um minúsculo território (de poucos metros quadrados) de uma nação dentro de outra nação. Dentro da embaixada (nos limites dela) o que prevalece lei e os princípios da nação a quem pertença a embaixada. Espiões eram utilizados para conspirarem contra a nação (tanto os comunistas como os capitalistas) e o governo nada podia fazer porque eles tinham imunidade diplomática”.

O mesmo ocorre no mundo espiritual. Se você foi resgatado do reino das trevas para o Reino da Luz, e continua tendo interesses no outro reino, (seja em que área for), abre uma embaixada e agentes (do inimigo) podem agir livremente porque você lhes deu imunidade diplomática ao permitir que a embaixada fosse aberta.

É certo, que com a embaixada, você atende aos seus interesses carnais, e o inimigo aos dele, (que sempre são espirituais), e ele só vem para matar, roubar e destruir. Jo 10.10

Quando duas nações estão em guerra às embaixadas são fechadas e seus agentes expulsos. Quando você se alista no exército de Cristo, alguns interesses precisam ser renunciados. É por isso que você precisa mudar, e quem crê em Cristo muda.

Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas lhes serão acrescentadas.Mt 6.33

Para você receber tudo o que Cristo conquistou na Cruz precisa ser um cidadão do reino cumpridor das leis, normas e procedimentos, (talvez aquela senhora tenha se esquecido de ensinar, a sua filha, essa parte).

Nota: Infelizmente, a doutrina triunfalista e ufanista, de alguns, proclama os direitos do cidadão do Reino e se esquece de ensinar os deveres.

É preciso ser santo dominando a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e soberba da vida, ou seja, renovando a mente, que é vestir-se do novo homem, para ter a postura de cidadão do Reino de Deus.

Não há comunhão do santo com o profano. O grande engano dos nossos dias é achar que se pode viver um estilo de vida imoral e, ao mesmo tempo, ter um relacionamento correto com Deus.

Ninguém que está em Cristo, transforma o pecado em prática habitual. 1Jo 3.6 Quem ama a verdade odeia todo tipo de pecado, embora continue amando o pecador. Qualquer outro caminho é falso.

Você pode estar pensando: Se um pequeno pecado pode destruir um cristão então quem escapa?

Amado, talvez um pequeno pecado não possa destruir um cristão, mas pode transformá-lo num miserável. Carente de muitos dos benefícios conquistados no Calvário. Portanto, se vista do novo homem, e...

Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós,v 31

Nota: Assim como um pequeno espinho pode causar muito sofrimento e uma nuvem pequena pode esconder o sol, um pequeno pecado pode causar grande dano ao coração.

Foi por causa da tolerância, (e convívio), com o pecado, que Jesus demonstrou a sua ira, (numa linguagem áspera), que não era o seu estilo:

· Aos religiosos que estavam enganando o povo, Ele disse: Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Mt 23.13;

· E quando estava falando do encontro futuro no reino dos céus disse (a respeito) dos pecadores: Malditos! Nunca vos conheci apartai-vos de mim Mt 7.23;

· Àquele que acusava manipulando a legalidade disse: Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, então verás claramente para tirar o cisco do olho do teu irmão Mt 7.5

Jesus odiava o pecado a ponto de sangrar na cruz por causa dele. Ele morreu para que o pecado morresse e ressuscitou para que você pudesse colocar o pecado em baixo do seu pé.

O evangelho de Cristo se opõe ao pecado, em todas as suas formas e tamanhos. Não caia na cilada de menosprezar o pecado por causa do seu tamanho. O mar é feito de gotas, e as gotas do pecado podem encher um mar de separação entre você e Deus.

É confortante saber que Jesus venceu, embora Ele tenha sido tentado em da mesma forma como somos tentados. Não se iluda com a doutrina que no último momento Ele vai anistiar a todos.

Se você está correndo este risco saiba que Deus teve um filho sem pecado, mas nenhum sem punição. Cristo foi punido por causa dos nossos pecados.

Qual é a sua cruz? A infidelidade, a privação, calúnia, ameaças ou rejeição? É dor física, pobreza, perseguição ou desonra?

Saiba que Ele passou por tudo isso antes de nós. Em todos os tipos, das nossas aflições, Ele foi afligido.

Ele estava ali na cruz, sangrando e sofrendo, sob o peso dos nossos pecados, e os acusadores passando, escarneciam.

... blasfemavam dele, meneando as cabeças,

E dizendo: Tu, que destróis o templo, e em três dias o reedificas, salva-te a ti mesmo. Se és Filho de Deus, desce da cruz.

E da mesma maneira também os príncipes dos sacerdotes, com os escribas, e anciãos, e fariseus, escarnecendo, diziam:

Salvou os outros, e a si mesmo não pode salvar-se. Se és o Rei de Israel, desça agora da cruz, e crê-lo-emos.

Confiou em Deus; livre-o agora, se o ama; porque disse: Sou Filho de Deus.Mt 27.39-43

O dedo apontado e as palavras de julgamento devem ter doido mais que as chicotadas e os cravos.

Ele estava ali por causa deles e ouvia deles: Salvou a outros e a si mesmo não pode salvar-se. Desça agora da cruz. Mt 27.42

Meu irmão, não importa o tamanho da dor e nem a intensidade do sofrimento, olhe para a cruz, não olhe para o escarnecedor.

E a exemplo Dele seja vencedor e perdoe; então ouvirá uma voz dizendo:

Tu amas a retidão e odeias a iniqüidade; portanto Deus, o teu Deus te ungiu com o óleo de alegria, mais do que os teus companheiros. Sl 45.7

Um comentário:

  1. Primeiramente ao adentrar nesta página reconheço seu valor e a importância de seu autor(a) para a nobre causa do Senhor Jesus Cristo.
    Dito isso, quero convidar você que está lendo estas minhas palavras, a prestar um pouco mais de atenção as revelações do Espírito Santo Verdadeiro em nossos dias. Por se tratar de um assunto de interesse universal, pediria sua amável atenção, em uma breve, mais com certeza, produtiva visita ao nosso blog, onde estão depositadas Revelações do Senhor Jesus Cristo, para as quais peço encarecidamente que nos ajude a divulgar. Pois estamos vivenciando um memento muito sensível da palavra profética. Desde já suplico as bênçãos do Pai, do Filho e do Espírito Santo Verdadeiro sobre todo aquele que atender esse nosso chamado em nome do Senhor Jesus Cristo. Clique em martins111 - João Joaquim Martins. OU http://joaorevela.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Aviso Importante !

Favor Mencionar E-mail quando fizer seu comentário.
Deus abençoe